quinta-feira, 15 de julho de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Nem a distância apaga a chama da paixão.

"Quando sentires a saudade retroar
Fecha teus olhos e verá o meu sorriso.
E eternamente te direi a sussurrar...
O nosso amor a cada instante está mais vivo!

Quem sabe ainda vibrará em teus ouvidos
Uma voz macia a recitar muitos poemas...
E te expressar que esse amor em nós ungido
Suportará toda distância sem problemas...

Quiçá, teus lábios sentirão um beijo leve
Como uma pluma a flutuar por sobre a neve,
Como uma gota de orvalho indo ao chão.

Lembrar-te-ás toda a ternura que expressamos,
Sempre que juntos, a emoção que partilhamos...
Nem a distância apaga a chama da paixão."

(Soneto da saudade - Guimarães Rosa)

2 comentários:

Matheus Seixas disse...

"Longe de casa.. a mais de uma semana.. milhas e milhas distante.. do meu amor.."

Te amo demais!
Bjs..

Fernanda disse...

Biaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa amei os textos \o/ o do teatro magico é mto bom e engraçado XD os seus poemas ficaram lindos e eu repito: amei os olhos,olhares =]~ adorei o texto do guimaraes e de camoes (eu acho q ja tinha lido mas td bem XD)
Essa semana vai ficar meio dificil d entrar no seu blog, mas qndo voltar lerei todos !!!!!!

Bjssssssssssssssssss^^

PS: O professor carlos estevez t mando um beijo e disse q sentiu sua falta na sala d aula XD.ah vou t mandar uma poesia minha nova ^^

Postar um comentário