terça-feira, 30 de outubro de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

I gotta be free, I've gotta be free, Daring to try, to do it or die, I've gotta be me...

"Whether I'm right or whether I'm wrong
Whether I find a place in this world or never belong
I gotta be me, I've gotta be me
What else can I be but what I am
I want to live, not merely survive
And I won't give up this dream
Of life that keeps me alive
I gotta be me, I gotta be me
The dream that I see makes me what I am
That far-away prize, a world of success
Is waiting for me if I heed the call
I won't settle down, won't settle for less
As long as there's a chance that I can have it all
I'll go it alone, that's how it must be
I can't be right for somebody else
If I'm not right for me
I gotta be free, I've gotta be free
Daring to try, to do it or die
I've gotta be me
I'll go it alone, that's how it must be
I can't be right for somebody else
If I'm not right for me
I gotta be free, I just gotta be free
Daring to try, to do it or die
I gotta be me"
(I've gotta be me - Mychael Jackson)


Tem um bom tempo que não dou as caras por aqui eu sei...
Ando em meio a correria e acabo me esquecendo aqui do cantinho... enfim...


Trouxe essa música porque tenho me identificado com ela, e também por uma versão em especial...




Enfim, no momento é só.
Beijocas _o/
terça-feira, 14 de agosto de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

É sempre tudo tão demais, que até se perde sem nenhum desejo mais....


"É sempre tudo tão demais
Que até se perde sem nenhum desejo mais
Eu não sei a falta que faz
Amanhecer e não ter nenhum sonho meu
Diário anotado pra quem sabe um dia conquistar
Lutando contra luzes e holofotes e fuxicos
Buscando amigos no capricho
Mas quando ele pensa que não pode comprar
(Não pode comprar)
Se engana, todo mundo tem seu preço
E tudo ele pode pagar!
Essa menina adrenalina
Parafina e morfina
Todo dia, quem diria (2x)
Parafina e morfina
Mas quando ele pensa que não pode comprar
(Não pode comprar)
Se engana, todo mundo tem seu preço
E tudo ele pode pagar!
SOLO
Mas quando ele pensa que não pode comprar
(Não pode comprar)
Se engana, todo mundo tem seu preço
E tudo ele pode pagar!
Essa menina adrenalina
Parafina e morfina
Todo dia, quem diria (2x)
Parafina e morfina
(Gloom - Parafina)"




Bom, a um tempo que estou querendo publicar esse achado..
Conheci por acaso, no FESTIVAL FORA DO EIXO no Circo Voador no ano passado, e simplesmente amei.
Fiz questão de ter o álbum deles, e desde então estou querendo publicar aqui.

Deixe-me contar um pouco da história deles:

"Uns três anos atrás, eles eram só mais um grupo de amigos querendo fazer um som, sem saber exatamente como. De lá pra cá, eles peitaram Bananada, Goiânia Noise, Festival Casarão, Vaca Amarela, covers e shows em festivais independentes mais bacanas de todo o país. Colocaram um duo de metais pra alegrar as melodias do 'bom e velho rock' e transformaram-se numa banda de verdade, abusando e se entupindo de influências musicais e de criatividade. Hoje, a Gloom é uma banda de “rock”, mas com a liberdade de incorporar e transitar dentre vários outros estilos, o que torna difícil algum outro tipo de classificação. Prestes a lançar seu primeiro cd, pela Monstro Discos, CD que conta com participações especiais de André Gonzales do Móveis Coloniais de Acajú e Fabrício Nobre do MQN e foi gravado no famoso ROCKLAB em Goiânia, com a produção de Fabrício Nobre e Gustavo Vazquez, a Gloom consolida seu espaço no rock independente e promete te tirar para dançar."

Bom, depois dessa, quem quiser conferir mais da banda, segue o link:
http://www.myspace.com/bandagloom

Enfim, por hoje é só!
Fui-me! _o/
Beijocas!
terça-feira, 7 de agosto de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

I'll top the bill, I'll overkill, I have to find the will to carry on... On with the show


"Empty spaces - what are we living for
Abandoned places
I guess we know the score
On and on, does anybody know what we are looking for...
Another hero, another mindless crime
Behind the curtain, in the pantomime
Hold the line, does anybody want to take it anymore
The show must go on
The show must go on, yeah
Inside my heart is breaking
My make - up may be flaking
But my smile still stays on
Whatever happens, I'll leave it all to chance
Another heartache, another failed romance
On and on, does anybody know what we are living for ?
I guess I'm learning (I'm learning learning, learning)
I must be warmer now
I'll soon be turning (turning, turning turning)
Round the corner now
Outside the dawn is breaking
But inside in the dark I'm aching to be free
The show must go on
The show must go on, yeah, yeah
Ooh, inside my heart is breaking
My make - up may be flaking
But my smile still stays on
Yeah yeah, whoa wo oh oh
My soul is painted like the wings of butterflies
Fairytales of yesterday will grow but never die
I can fly - my friends
The show must go on (go on, go on, go on) yeah yeah
The show must go on (go on, go on, go on)
I'll face it with a grin
I'm never giving in
On - with the show
The show must go on (yeah)
the shom must go on
Ooh, I'll top the bill, I'll overkill
I have to find the will to carry on
On with the show
On with the show
The show - the show must go on"
(Queen - Show must go on)
Que sou apaixonada por Freddie Mercury, nunca foi escondido!
Mas essa música pra mim é especial, não sei se é pela força da letra, se é pela bela melodia e crescente que ele faz... Mas ela me impulsiona quando preciso, me faz erguer a cabeça e seguir..
Deixo hoje especialmente, não a versão dele, mas uma das melhores versões já feita da música..




Infelizmente não achei o vídeo original =/

Mas enfim.. Por hoje é só!

Espero não sumir de novo, e aproveitar essa greve pra dar uma "bombada" aqui!

Beijocas!
Fui-me! _o/

terça-feira, 26 de junho de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Je ferai un domaine Où l'amour sera roi.. Où l'amour sera loi.. Où tu seras reine...

"Ne me quitte pas
Il faut oublier
Tout peut s'oublier
Qui s'enfuit déjà
Oublier le temps
Des malentendus
Et le temps perdu
À savoir comment
Oublier ces heures
Qui tuaient parfois
À coups de pourquoi
Le coeur du bonheure
Ne me quitte pas (x4)
Moi je t'offrirai
Des perles de pluie
Venues de pays
Où il ne pleut pas
Je creuserai la terre
Jusqu'après ma mort
Pour couvrir ton corps
D'or et de lumière
Je ferai un domaine
Où l'amour sera roi
Où l'amour sera loi
Où tu seras reine
Ne me quitte pas (x4)
Ne me quitte pas
Je t'inventerai
Des mots insensés
Que tu comprendras
Je te parlerai
De ces amants là
Qui ont vu deux fois
Leurs coeurs s'embrasser
Je te raconterai
L'histoire de ce roi
Mort de n'avoir pas
Pu te rencontrer
Ne me quitte pas (x4)
On a vu souvent
Rejaillir le feu
De l'ancien volcan
Qu'on croyait trop vieux
Il est paraît-il
Des terres brûlées
Donnant plus de blé
Qu'un meilleur avril
Et quand vient le soir
Pour qu'un ciel flamboie
Le rouge et le noir
Ne s'épousent-ils pas
Ne me quite pas (x4)
Ne me quite pas
Je ne veux plus pleurer
Je ne veux plus parler
Je me cacherai là
À te regarder
Danser et sourire
Et à t'écouter
Chanter et puis rire
Laisse-moi devenir
L'ombre de ton ombre
L'ombre de ta main
L'ombre de ton chien
Ne me quitte pas (x4)"
(Jacques Brel - Ne me quitte pas)
Essa Versão da Gadú pra mim é simplesmente MAGNÍFICA!
Juro que fico sem palavras pra forma como ela interpretou...

Sei que ando dando umas sumidas e não consigo ficar postando com sequencia... Mas ando sempre na correria, trabalho, facul e pensando em começar junto a tudo isso uma segunda faculdade...
ENFIM, vou fazer ao máximo pra tentar dar sequencia aqui...

No momento é só, beijocas!
Fui-me _o/
segunda-feira, 21 de maio de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Se amanhã sentires saudades, lembra-te da fantasia e sonha com tua próxima vitória.

"A realidade te acolhe
dizendo que pela frente
o horizonte da vida necessita
de tuas palavras
e do teu silêncio.

Se amanhã sentires saudades,
lembra-te da fantasia e
sonha com tua próxima vitória.
Vitória que todas as armas do mundo
jamais conseguirão obter,
porque é uma vitória que surge da paz
e não do ressentimento.

É certo que irás encontrar situações
tempestuosas novamente,
mas haverá de ver sempre
o lado bom da chuva que cai
e não a faceta do raio que destrói.

Tu és jovem.
Atender a quem te chama é belo,
lutar por quem te rejeita
é quase chegar a perfeição.
A juventude precisa de sonhos
e se nutrir de lembranças,
assim como o leito dos rios
precisa da água que rola
e o coração necessita de afeto.

Não faças do amanhã
o sinônimo de nunca,
nem o ontem te seja o mesmo
que nunca mais.
Teus passos ficaram.
Olhes para trás...
mas vá em frente
pois há muitos que precisam
que chegues para poderem seguir-te"



(Charles Chaplin - Tua caminhada ainda não terminou)
terça-feira, 15 de maio de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Puro Modismo

"As vezes me perguntam o que eu acho da moda e suas imposições...
Sinceramente?  Um verdadeiro porre!


Não que não ande na "moda", bem vestida, maquiada...
Muito pelo contrário! Vivo com um pésinho no salto...


Mas, cada vez mais, se você não segue um padrão, você está "Fora de Moda".


Em função dessas imposições ridículas, vivemos em um mundo cada vez mais excluído.
Onde ficou comum estar cada vez mais só em meio a multidão....


É triste!


Pessoas andando super coloridas, com saltos imensos que quase quebram o pé, roupas cada vez mais curtas, homens com roupas justérrimas, mas o mais deplorável pessoas esqueléticas, ao invés de uma magresa saudável...


Okay, nada contra os magros... Qualquer roupa veste bem em vocês...
Mas daí a ser um tipo que se bater um vento voa é demais não??


Não sou magra, nunca fui muito magra... Ao contrário, sempre vesti o M ou G a minha vida inteira...
E nem por isso sou mais ou menos cafona que você!


Claro, não vou me espremer em roupas minúsculas, vestirei o de acordo com o meu peso... Mas isso não significa que não tenho a minha beleza...

Nunca entendi esse culto "às caveiras".

E talves seja tripudiada pelo dito à cima... Como já disse antes, esse assunto de moda pra mim é um PORRE!

Cada um, é cada um.. E cada qual com a sua beleza...
Sou diferente? Sou sim, e fico feliz por isso! Tem que goste do meu jeito, do meu corpo...
E não vou mudar a minha alimentação pra me enfiar num manequim 34, mudo para a minha saúde. Que sempre foi impecável..

Uso 46 e sou mais do que feliz assim...

Não é um tamanho, um número, uma letra, que mudar a pessoa que me ensinaram a ser...

Isso sim deveria estar em moda!
Caráter, saúde, personalidade, desejo, vontade e amor próprio...

E não esse mundo de moda burra..."

(Puro modismo - Beatriz Santos Gonçalves)
segunda-feira, 14 de maio de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Eu chego a fazer barulhos, próximo de um ronronar de um gato preguiçoso...

"Sempre fui muito seu fã.

Em noites de filme e chocolate. Em tardes de sessão da tarde. Em partidas de futebol onde o sol não incomodava e o cansaço não vinha. Em viagens a lugares belos com paisagens lindas regados a um bom vinho, conhaque para alguns e a certeza de risadas para todos, sentados ante uma fogueira ouvindo as notas de um violão que sempre alguém há de levar.


O abraço sempre fica mais gostoso. O namoro, mais interessante.


Até para a moda o frio faz bem. Todos ficam mais elegantes no frio. É uma entidade democrática, veja só.


Ao contrário do calor, o frio se esvai quando não é bem quisto. É só colocar mais roupa. Porém, não adianta você tirar roupa em um lugar escaldante. Você vai continuar com calor.


O frio faz aquela pessoa que você tanto gosta procurar seus braços. Seus carinhos.

O frio é romântico. Ele incita o toque mais ingênuo e o sexo mais safado. Ele pede a proximidade, o contato.

Imagine você e uma pessoa especial, deitados juntos, ela de olhos fechados, agarrada a você. E você olhando para seu rosto lindo, seus olhos, sua boca toda cheia de contornos, que você tanto gosta de beijar, fazendo cafuné e sentindo o calor de sua pele. Talvez seja possível até sentir o pulsar de seu corpo, sentir o movimento da respiração que embala toda sua serenidade. O frio é apaixonante.


É uma delícia dormir no frio. Você se “amoa” no edredom ou no cobertor e dorme tranqüilo. Eu chego a fazer barulhos, próximo de um ronronar de um gato preguiçoso.

E o sorvete? Que se mantém em sua forma, que não se desfaz! Você pode se deliciar com ele sem medo de sujar a roupa/cabelo/dedos/mesa.

Até para trabalhar o frio ajuda mais. Para algumas pessoas mais ainda que para outras. Sabe aquele rapaz engravatado, andando apressado por uma calçada da avenida movimentada da cidade? Com o frio, o paletó é uma proteção, não um estorvo. E ele ainda pode ser usado para proteger ombros femininos desprotegidos ou desprevenidos.


E para aquelas pessoas que sofrem com o frio, procurem o afago de um abraço, um gole de um chocolate quente, uma troca de olhares mudos e um beijo apaixonado..."

( Ah, o frio... - texto tirado de : Memória social)



Amei esse texto, simplesmente traduz tudo o que penso e sinto quanto ao frio...
Sou apaixonada. Quando posso fujo pra um lugar mais frio ainda de onde estou... é tão bom...

Sofro com o calor, e suor.. Com frio esse problema é todo resolvido... Amo demais...

Enfim, passei aqui rapidinho pra não deixar aqui desatualizado...
E como hoje aqui no rio tá uma chuvinha boa, não pude deixar de postar sobre isso =)

Beijocas pessoas!
Fui-me_o/
quarta-feira, 18 de abril de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Não quero ficar na sua vida, como uma paixão mal resolvida...

"Amo tua voz é tua cor
E teu jeito de fazer amor
Revirando os olhos e o tapete
Suspirando em falsete
Coisas que eu nem sei contar

Ser feliz é tudo que se quer
Ah, esse maldito fecho-ecler
De repetne a gente rasga a roupa
E uma febre muito louca
Faz a pele arrepiar

Depois do terceiro ou quarto copo
Tudo que vier eu topo
Tudo que vier vem bem
Quando bebo perco o juízo
Não me responsabilizo
Nem por mim, nem por ninguém

Não quero ficar em sua vida
Como uma paixão mal resolvida
Dessas que a gente tem ciúmes
E se encharca de perfume
Faz que tenta se matar

Vou ficar até o fim do dia
Decorando a tua geografia
E essa aventura em carne e osso
Deixa marcas no pescoço
Faz o corpo levitar

Tens um não sei o que de paraíso
E o corpo mais preciso
Que o mais lindo dos mortais

Tens uma beleza infinita
E a boca mais bonita
Que a minha já tocou
Amo o teu jeito de fazer amor..."

(Eymar Santos - Paixão)




Sei que essa não é a versão do Elymar, mas é uma das que eu mais gosto, feito pelo Evandro Marinho - Um Barzinho, um violão vol.6.

Espero que gostem!
Fui-me_o/
segunda-feira, 16 de abril de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Se tu vens às 4, desde às 3 eu começarei a ser feliz...


C A T I V A R

Bom dia, disse ele.

—Bom dia, disseram as rosas.
— Quem sois ? perguntou o príncipe
— Somos rosas.

— Ah! exclamou o principezinho...

E ele sentiu-se extremamente infeliz. Sua flor lhe havia contado que ela era a única de sua espécie em todo o universo.

E eis que haviam cinco mil, igualzinhas, num só jardim!

Depois refletiu ainda:

"Eu me julgava rico de uma flor sem igual,

e é apenas uma rosa comum que eu possuo...

Isso não faz de mim um príncipe muito grande...

" E, deitado na relva ele chorou.

Foi então que apareceu a raposa:

—Bom dia, disse a raposa.
— Bom dia, respondeu polidamente o principezinho.
— Quem és tu? Tu és bem bonita...
— Sou uma raposa, disse a raposa.
— Vem brincar comigo, propôs o principezinho. Estou tão triste.

— Eu não posso brincar contigo, disse ela. Não me cativaram ainda

—Que quer dizer "cativar" ?
— É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa "criar laços..."
— Criar laços ?

—Tu és ainda para mim um garoto igual a cem mil outros garotos.
E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim.
Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas se
tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim ÚNICO no mundo. E eu serei para ti única no mundo...
E a raposa continuou:
— Minha vida é monótona. Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros.

Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra.
O teu me chamará para fora da toca, como se fosse música.

E depois, olha!

Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim é inútil.

Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste!

Mas tu tens cabelos cor de ouro. Então será maravilhoso quando me tiveres cativado.

O trigo, que é dourado, fará lembrar-me de ti.

E eu amarei o barulho do vento no trigo...

— Por favor... cativa-me! - disse a raposa.

— Bem quisera, disse o principezinho. Mas tenho pouco tempo

e amigos a descobrir e coisas a conhecer.

— A gente só conhece bem as coisas que cativou, disse a raposa.

Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma.

Compram tudo pronto na lojas.

Mas como não existem lojas de amigos, eles não têm mais amigos.

Se tu queres um amigo, cativa-me !

— Que é preciso fazer ?

— É preciso ser paciente. Sentarás primeiro longe. Eu te olharei e tu não dirás nada.

A linguagem é fonte de mal-entendidos.

Mas cada dia sentarás mais perto... E virás sempre na mesma hora.

Se tu vens às 4, desde às 3 eu começarei a ser feliz.

Quanto mais a hora for chegando, mais eu me sentirei feliz.

Às 4 horas, então, eu estarei inquieta e agitada:

descobrirei o preço da felicidade.

Mas se tu vens a qualquer momento, nunca saberei a hora de

preparar o coração...

Assim, o principezinho cativou a raposa.

Mas, quando chegou a hora da partida, a raposa disse:

— Ah! Eu vou chorar.

— A culpa é tua, disse o principezinho. Eu não queria te fazer mal,

mas tu quiseste que eu te cativasse...

— Quis.

— Mas tu vais chorar !

— Vou.

—Então não sais lucrando nada!

—Eu lucro, por causa da cor do trigo.

—Vais rever as rosas e volta. Tu compreenderás que a tua é ÚNICA no mundo.

E ele disse às rosas:

— Vós não sois iguais à minha rosa, vós não sois nada.

— Ninguém vos cativou e nem cativastes ninguém.

—Sois como era a minha raposa, mas eu fiz dela um amigo.

—Agora ela é ÚNICA no mundo.

—Sois belas, mas vazias... A minha rosa sozinha é mais importante que vós todas.

—Foi dela que eu cuidei, ela é a minha rosa!

—Adeus, disse ele.

— Adeus, disse a raposa.

—Eis o meu segredo: Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.

(Trecho de "O Pequeno Príncipe" - de Saint-Exupéry)
domingo, 15 de abril de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente...

" Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO,
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se PRESENTE
e tem a duração do instante que passa."

(A idade de ser feliz - Autor Desconhecido)


É gente, mais um ano se foi pra mim...
Enfim 2.1 anos, e graças à deus, muito bem vividos!


Por hoje é só!
Beijocas,
E Fui-me! _o/
segunda-feira, 9 de abril de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

O melhor do meu riso

Cara, podem me chamar de saudosista... Mas me peguei nesses dias rindo demais com essa turma que assisto a 18 anos, sim 18 ANOS!!!

E como é possível rir ainda das mesmas piadas???
Quase chorar com as cenas mais emocionantes...

Não sei para vocês, mas eles são o MELHOR da minha infância!
Me trouxeram grandes lições de vida, como "A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena!"
Me mostraram de um jeito doce uma dura realidade de um menino de rua, que a pessoa mais atrapalhada pode ser o super-herói, que um gesto inesperado faz diferença no dia-a-dia...

Como se bastasse tudo isso, meus pais o assistiram, e riram da mesma piada que eu.

Eles são a prova que não precisa forçar a barra para fazer humor. Não precisa baixar o nível, levar para o lado sexual, ter uma boa equipe de efeitos especiais...
Os efeitos deles são "toscos", as piadas simples e irônicas, e as palhaçadas as mais espontâneas existentes...

Enfim, deixo vocês com as mais clássicas frases do "Chavo del ocho" e do "Chapolin Colorado", mais acima de tudo.. O MELHOR DO MEU RISO, o riso da minha infância...

Beijos e uma bom começo de semana para todos!
Fui-me! _o/




“Matei o morto!” (Chapolin)

“A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena.” (Seu Madruga)

“Era melhor ter ido ver o filme do Pelé.” (Chaves)

“Chaves, pegue um balde, rápido!”
“Serve um balde vermelho?”
“Serve!”
“Mas não tem vermelho!!”

(Chaves, o exterminador de goteiras)

“Eu sempre deixo as vagas de empregos para os mais jovens, e venho adotando essa nobre atitude desde os meus 15 anos!”
(Seu Madruga)

“Altruísta é um homem que ama os outros homens!”
“Ah bom, aqui chamamos de outro nome…”

(Seu Madruga)

“Kiko, que vergonha! Imagina o que o seu pai, que está te olhando lá de cima, iria achar disso!”
“Ou de baixo, né?…”

(Chaves, sacaneando até com o almirante Frederico)

“Isto é uma caliúnia! Uma caliúnia! Você sabe o que é uma caliúnia?”
“Não seria uma calúnia?”
“Não mude de assunto, Sr. Barriga!”

(Seu Madruga)

“Vamos, recolha as minhas coisas e não fique com essa cara de bobo!”
“Eu vou recolher suas coisas. Mas não vou mudar a minha cara só porquê a senhora quer!…”

(Kiko)

“Eu sei que o Homem Invisível está aqui!”
“Por quê?”
“Porque não estou vendo ele!”

(Chaves, a definição da fé)

“4 velas não vão dar. Só se o bolo for assim um bolão bem grandão do tamanho do Maracanã! E que tal em vez de velas a gente pôr um refletor de 200 watts?”
(Kiko, planejando o bolo de aniversário do jovem Madruga)

“Chaves, como se chamam os animais que comem de tudo?”
“Ricos!”

(Chaves, em um pensamento citado até por José Simão e Ronald Golias)

“Na escola as crianças vivem rindo de mim, dizem que eu tenho bochechas do tamanho de laranjas.”
“Ah é? Pois então diga a eles para irem na feira para ver que as laranjas não são nem a metade!!!”

(Dona Florinda)

“Chaves… Eu vim aqui pra te pedir desculpas. Afinal, você não passa de uma criança. Só um pouco tonto… Eu disse um pouco tonto? Bastante tonto. Eu disse bastante tonto? COMPLETAMENTE tonto, só não te dou outra porquê…”
(Seu Madruga)

“A lâmpada do abajur não serve pra por aqui no pátio!”
“Porquê?!”
“É que a lâmpada do abajur se rosqueia pra baixo, e a daqui se rosqueia para cima!”

(Chaves)

“Eu vou comprar roupas pra todo mundo que precisa de roupa, como aquelas pobres senhoras que aparecem naquelas revistas que o senhor lê…”
(Chaves)

“Não se preocupe. Se esse sujeito se atrever a pôr um só pé nesta casa, quer dizer que é coxo. Mas se atrever a pôr os dois pés… quer dizer que não é coxo. Mas se puser os três pés… é um fenômeno! Se puser os quatro é mula. Agora, se puser cinco…”
(Chapolin)

“Quantos anos você tem, Chaves?”
“Oito, por que?”
“É que eu não entendo como é que em tão pouco tempo se consegue ficar tão burro!”
“Pro senhor demorou mais?”

(Madruga vs. Chaves)

“Por isso cê tá tão gordo assim. Olha, o dia que cê for trabalhar na televisão, vai ter que trabalhar em cinco canais ao mesmo tempo!”
(Chaves)

“Eu jamais me engano. Só me enganei uma vez: quando acreditei estar enganado!”
(Prof. Girafales)

“Escute aqui! O Nhonho pode estar ligeiramente gordo, mas não a ponto de ser confundido com uma bola! Certo, Nhonho?”
(Kiko, dirigindo-se à sua bola quadrada)

“Como se diz leão em inglês”
“Lion!”
“Muito bem! E gavião?”
“Gaviaion!”

(Girafales e Nhonho, até que o Kiko se intrometeu)

“Seu Madruga? É o senhor, Seu Madruga?”
“Não, sou o rei de Copas!”
“Pois parece mais o de copos…”

(Kiko vs. Madruga)

“Qual é o maior animal que vive sobre a terra?”
“NHONHO!”

(Chaves na ponta da língua)

“Diga, Godines, em quantas partes se divide o crânio?”
“Bom, depende da cacetada!”

(Godines)

“Eu estava pensando…”
“Que milagre!”

(Chiquinha vs prof. Girafales)

“Você não sabe que somente os idiotas respondem uma pergunta com outra pergunta?”
“É mesmo?!”

(Kiko, um idiota)

“Vocês não vêem que eu estou convalescente?”
“Convale o quê?”
“Chaves, quando o Kiko diz ‘convalescente’, quis dizer que ainda não está bem, besta!”
“Ah, e quando estiver bem besta já vai poder sair para brincar?… Se é por isso, já podia ter saido há muito tempo!…”

(Chaves)

“Estou usando este tapa-olho porquê tinha um sujeito que queria me bater.”
“E ?”
“Me bateu.”

(Chapolin)

“Você já viu o estado em que se encontra essa estrada?”
“Sim. No estado de Veracruz!”

(Chapolin)

“Mas não importa. Já dizia o velho refrão… Pau que nasce torto e te direi quem és!”
(Chapolin)

“Não prefere uma soda, Chapolin?”
“Prefiro uma coisa menos cáustica…”

(Chapolin)

“É que eu tô roncando tão alto que estou acordando com meus próprios roncos!”
(…)”Por acaso os seus roncos são tão altos que dá pra se ouvir da cozinha?”
“Não, doutor, não.”
“Então a solução está aí! Passe a dormir na cozinha!”

(Não contavam com a astúcia do Dr. Chapatin)


“Voce me chutou!”
“Sim.”
“E na minha presença!?”

(Chaves vs. Kiko)

“Não, eu não iria fazer nada de errado, eu só ia quebrar a cabeça do Quico…”
(Chaves)

“Eu não estou a fim de ouvir idiotices!”
“Pois eu sim. O que a senhora dizia, Dona Florinda?…”

(Chiquinha vs. Dona Florinda)

“Sempre que eu chego nesta vila você me recebe com uma pancada! Diga a verdade, Chaves… Eu sou antipático?”
“Só do calcanhar pra cima!”

(Sr. Barriga vs. Chaves)

“Eu não sou nenhuma velha, ouviu? Fique sabendo que eu acabo de passar dos 45!”
“Do segundo tempo!”

(Kiko vs. Bruxa do 71)

- E com que direito me acorda às 11 da madrugada?!?

(Seu Madruga)

- Diga que é o Monchito… M de Monchito… O de Monchito… N de Monchito… C de Monchito… H de Monchito… I de Monchito… T de Monchito… e O de Oscar!

- Olha, Quico… diga à sua mãe que, na salada, a gente coloca vinagre… e não cachaça!
(Sr. Barriga)

- Você sabe quanto custa trazer um artista do estrangeiro?? Ainda mais vindo de outro país??
(Seu Madruga)

- Alguma vez eu já lhe disse uma mentira que não faltasse a verdade??
(Chaves)

Quantos ovos você pode comer em jejum? (Chaves para o Nhonho)

- Quico??? Tesouro??? Carinho??? Rei??? Coração??? Querubim???
- LOTERIAAAAAAAAAA!!!

(Seu Madruga vs. Dona Florinda)

- Eu sou Mefistófele, ou se preferir… o Diabo
- Voxe é Mexixtóxelex ?
- Xim… digo, digo, Sim

(Fausto e Menfistóteles)

- Ei papai, você viu um sapato voando por aí?
- Seria um da “Sapatos Airlines”?

(Chiquinha e Seu Madruga)

- Pegue o charuto e me dê o estiguingue!!!
(Prof. Jirafales)

- Quando a fome aperta a vergonha afrouxa!
(Seu Madruga)

[Chaves comparando Dona Florinda com uma vassora e Seu Madruga não consegue segurar a risada e disfarça fingindo repreender o Chaves]
- Chaves!!! Não sabe que essas comparações são ofensivas???
- Mas as vassouras não ligam!
- hahahahahahaha CHAVES!!!
- ha haha ahhahahahah chaaaaves!!!
- hahahhahahahaha Chaves
- hahahahahahhahaha CHAVES!!!
- hahahahaha

[Dona Florinda solta um tabefe no Seu Madruga]

- Olha aqui seu Madugra, não acha que está muito grandinho pra brincar de marcha-soldado?
- QUE MARCHA SOLDADO???
- Como o que? E esse capacete?
- CAPACETE É O DIABO!!!
- E olha só.. ainda por cima tá cheio de camuflagem
(Seu Madruga e Bruxa do 71)

“Não existe um mau trabalho. O mau é ter que trabalhar.”
(Seu Madruga)

-Seu Barriga
- Que foi Chaves?
- Não segure a bola assim não
- Porque?
- Pq dá impressão que o senhor tá segurando o seu filhinho que acabou de nascer.

(Chaves e Seu Barriga)

-O que fez Cristóvão Colombo depois de por o primeiro pé na América?
-Pôs o outro! Ou por acaso ele tava brincando de saci-pererê?

(Chaves e Prof. Jirafales)

-Por que razão Cristóvão Colombo deixou a cidade de Gênova?
-Porque não podia levá-la no barco, ora!

(Idem.)

-Vocês viram o meu gato? ele tem quatro patas.
-E dois olhos?
-Sim, sim, é esse!!!

(Kiko e Seu Madruga)

“O português é um idioma tão bonito quando falado corretamente” (Chiquinha para Seu Madruga)

“Mas o que você tem de burro, você tem de burro!”

-Pois é, mas é que essas crianças são uns verdadeiros poliglotas… Poliglotas, esses, das cavernas…
-Trogloditas! São trogloditas! Você não sabe o significado do vocábulo troglodita?
-Eu não sei nem o significado do vocábulo vocábulo…

(Seu Madruga e Prof. Jirafales)

-É que na Alemanha tem 8 horas menos que aqui.
-Que legal!!!Dias de 16 horas.
(Mais uma da escolinha)

“… da discussão se nasce a luz!” (Chiquinha)

[Quico falando com Chaves]
-Sabe Chaves, quando eu assisto televisão, eu não consigo dormir.
-Puxa, comigo é o contrário, quando eu tô dormindo não consigo assistir televisão.

“PREFIRO MORRER DO QUE PERDER A VIDA !!!”
(Tinha que ser o Chaves!)

-Já sei pra que serve o compasso na música!
-Q bom! Pra que?
-Pra desenhar as redondas!

(Kiko na sala de aula)

Prof. Jirafales: Agora vamos estudar ciências. Nhonho, como se chamam os animais que comem carne?
Nhonho: Os animais que comem carne – carnívoros, os que comem folhas – herbívoros…
Chaves: Os que comem pastéis – pasteisívoros, os que comem bolo – bolívoros, os que comem maria-mole- mariamolívoros…


“As pessoas boas devem amar seus inimigos.Mas amar os idiotas é quase impossível.” (Seu Madruga)

“Devemos perdoar as ofensas… Devemos perdoar as afrontas… Devemos perdoar todos os aluguéis atrasados…” (Idem.)

“Devemos reprimir os impulsos e dominar o caráter!” (Idem.)

“Como pode existir uma alma num corpo tão… tão… digo…” (Idem.)

“Para o amor não existem barreiras… Elas se rompem!!!” (Idem.)

“Sou um cidadão consciente, não fanático!” (Idem.)



Duvido que as cenas não tenham surgido nas lembranças do que viram em algumas frases!
domingo, 8 de abril de 2012 | By: Beatriz Santos Gonçalves

¡Felices Pascuas!

"La Pascua es un momento de transformación,
de cambio y de amor.

Es el tiempo de sacar todo lo malo
de tu corazón y llenar de todo lo
bueno.

Es tiempo de mejorar y transformar tu vida dulce...

¡Felices y Dulces Pascuas!"

(Beatriz Santos Gonçalves y Todo grupo de CNA)




Não, não me esqueci de vocês...
Mas sei que estou bem sumida,
mal tenho tempo pro cantinho...

Ando sem tempo pra escrever, ou
se escrevo os textos andam muito
pesados...

Passo aqui para deixar o meu
FELIZ PÁSCOA! Para todos...

E dizer que tô voltando... xP
Hehehehehehehehehe


Beijocas, Fui-me _o/