sexta-feira, 9 de abril de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida.

"Um dia, quando os funcionários chegaram para trabalhar, encontraram na portaria um cartaz enorme, no qual estava escrito:

"Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida na Empresa. Você está convidado para o velório na quadra de esportes".

No início, todos se entristeceram com a morte de alguém, mas depois de algum tempo, ficaram curiosos para saber quem estava atrapalhando sua vida e bloqueando seu crescimento na empresa. A agitação na quadra de esportes era tão grande, que foi preciso chamar os seguranças para organizar a fila do velório. Conforme as pessoas iam se aproximando do caixão, a excitação aumentava:

- Quem será que estava atrapalhando o meu progresso ?
- Ainda bem que esse infeliz morreu !

Um a um, os funcionários, agitados, se aproximavam do caixão, olhavam pelo visor do caixão a fim de reconhecer o defunto, engoliam em seco e saiam de cabeça abaixada, sem nada falar uns com os outros. Ficavam no mais absoluto silêncio, como se tivessem sido atingidos no fundo da alma e dirigiam-se para suas salas. Todos, muito curiosos mantinham-se na fila até chegar a sua vez de verificar quem estava no caixão e que tinha atrapalhado tanto a cada um deles.

A pergunta ecoava na mente de todos: "Quem está nesse caixão"?

No visor do caixão havia um espelho e cada um via a si mesmo... Só existe uma pessoa capaz de limitar seu crescimento: VOCÊ MESMO! Você é a única pessoa que pode fazer a revolução de sua vida. Você é a única pessoa que pode prejudicar a sua vida. Você é a única pessoa que pode ajudar a si mesmo. "SUA VIDA NÃO MUDA QUANDO SEU CHEFE MUDA, QUANDO SUA EMPRESA MUDA, QUANDO SEUS PAIS MUDAM, QUANDO SEU(SUA) NAMORADO(A) MUDA. SUA VIDA MUDA... QUANDO VOCÊ MUDA! VOCÊ É O ÚNICO RESPONSÁVEL POR ELA."

O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando "você muda"."

(Luis Fernando Veríssimo - Faleceu ontem a pessoa que atrapalhava sua vida)



Talves algum de vocês já conheça essa texto do Veríssimo, mas a verdade é que eu publico por tudo o que tem me acontecido.. Esse texto me faz tomar atidude, erguer a cabeça, querer mudar!
É um autor que eu adoro a vera! E espero que vocês também tenham gostado deste texto.. ^^

Como disse ontem, talves não publicasse mais.. E realmente aconteceu..
Estava muito cansada, e a cidade ontem estava um caos por causa de arrastões, e falsos arrastões.. Fiquei presa num mercado por causa 2h, tudo trancado por causa disso.. E pra piorar eu sou claustrofóbica, e no momento que a adrenalina baixou a minha pressão foi junto, e as crises de asma vieram..

Continuo pedindo aos moradores de Niterói, quem puder ajudar.. AJUDE! É essencial nesse momento isso.. E graças à deus a população tem feito isso, no posto de arrecação do Canto do rio já recebeu mais de 5 toneladas de mantimentos.. Mas também há outros postos, ou ajude diretamente (como eu tenho feito, levando ao local que realmente precisa)..

Obrigada aos que me enviaram e-mail com sugestões, estarei publicando aqui em breve! ^^
Se quiser contribuir envie para oincrivelmundodabia@gmail.com.

Beijinhos Galera, Daqui a pouco eu publico mais!
Fui-me!_o/
quinta-feira, 8 de abril de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Mas o que vai te fazer falta mesmo, o que vai doer bem fundo, é a saudade dos momentos simples..

"Você pode ir embora e nunca mais ser a mesma.
Você pode voltar e nada ser como antes.
Você pode até ficar, pra que nada mude, mas aí é você que não vai se conformar com isso.
Você pode sofrer por perder alguém.
Você pode até lembrar com carinho ou orgulho de algum momento importante na sua vida: formatura, casamento, aprovação no vestibular ou a festa mais linda que já tenha ido, mas o que vai te fazer falta mesmo, o que vai doer bem fundo, é a saudade dos momentos simples:
Da sua mãe te chamando pra acordar,
Do seu pai te levando pela mão,
Dos desenhos animados com seu irmão,
Do caminho pra casa com os amigos e a diversão natural
Do cheiro que você sentia naquele abraço,
Da hora certinha em que ele sempre aparecia pra te ver,
E como ele te olhava com aquela cara de coitado pra te derreter.
De qualquer forma, não esqueça das seguintes verdades:
Não faça nada que não te deixe em paz consigo mesma;
Cuidado com o que anda desabafando;
Conte até três (tá certo, se precisar, conte mais);
Antes só do que muito acompanhado;
Esperar não significa inércia, muito menos desinteresse;
Renunciar não quer dizer que não ame;
Abrir mão não quer dizer que não queira;
O tempo ensina, mas não cura."
(Martha Medeiros)



Eu publico bastante textos dela, eu sei..
Mas eu gosto muito do estilo da Martha, me identifico com o textos, e como todos os que eu publico aqui, este é um que gosto verdadeiramente!

Não vou digitar grandes palavras hoje... Estou em choque, Niterói está um verdadeiro caos, e o pior... A prefeitura poucas medidas toma, e o prefeito ainda tem a cara-de-pau de dizer que não há culpa da mesma nisso.. Enfim, estou verdadeiramente revolta.. Por sorte a população está se ajudando, e como disse ontem, ainda que pequena, qualquer ajuda já é bem-vinda.. Então que pode ajudar, por favor, ajude!!!

No momento é só pessoal, espero que este tormento acabe logo, mas de fato, as pessoas que perderam nessa chuva ficaram marcadas para sempre.. =/

Beijocas galera, acredito que posto mais alguma coisa ainda hoje, mas ainda é incerto.. Tô ocupada aqui em casa arrumando roupas e matimentos para doação...

Fui-me!_o/
quarta-feira, 7 de abril de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Me sentia estranhamente viva, estranhamente livre, estranhamente feliz...

“Hoje amanheceu um dia estranho, chovendo como não via chover a anos! E para piorar a minha situação estávamos sem luz a horas em minha rua.
Eu tinha que ir à aula, e num ato de bom senso deixei a única sombrinha da casa para a minha mãe ir ao trabalho. Sinceramente, não me importo de molhar um bocado.
E assim lá fui eu. A chuva estava bem forte, tanto que em poucos fiquei completamente encharcada... Eu era a única da rua sem guarda-chuva, e ainda faltava um pouco para as sete da manhã.
De fato, eu sentia frio. Estava ventando bastante, e o meu casaco, então encharcado, já não me protegia de coisa alguma. E foi assim que me deparei com uma rua intransitável de tanta água, não passavam carros nem ônibus, quem dirá então uma mera pessoa.
Teria que dar meia-volta e andar quase meia-hora voltando pra casa. Contudo ao invés de raiva, eu senti graça daquela situação.
Céus! Como a vida é irônica! Eu sentia frio, estava ensopada e bem cansada, entretanto eu estava rindo, sozinha, em plena rua! Me sentia estranhamente viva, estranhamente livre, estranhamente feliz...
E foi assim que eu reparei como a vida tem disso... Era um de meus piores dias, e ao mesmo tempo foi um dos momentos mais felizes...”
(Beatriz Gonçalves – Ironias da vida)


Bem, como eu prometi..
Aqui está o texto do meu acontecimento nesta terrivel chuva que atingiu o estado do rio.
Para a minha sorte ó mais grave que me aconteceu foi ter ficado 20h sem luz, e devido a isto ter queimado o pé esquerdo com água fervendo na hora do banho.
Entretanto diversas famílias não tiveram a mesma sorte que eu..

Estou aqui fazendo a minha parte, amanhã levarei mantimentos à um posto de doações perto de minha casa. Peço a todos, que se puderem, contribuam também.. Afinal não importa o tamanho da ajuda, até a menor delas será super bem-vinda!

Por hoje é só galera!
Amanhã eu publico mais coisas!
Boa noite à todos que continuam por aqui, e continuem mandando sugestões, críticas e comentários!

Beijinhos!
Fui-me! _o/

Finge tão completamente, que chega a fingir que é dor, a dor que deveras sente..

"O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração."
(Fernando Pessoa - Autopsicografia)


Mais um texto do Pessoa, tinha separado ele a um tempinho já...
Acho ele sensacional, e eu como como "poeta" e atriz (ainda que tenha 16 anos de teatro não profissional), sei exatamente como é fingir bem uma dor que se sente, ou não se sente, ou que venha a sentir.. Enfim, (antes que enrole mais a escrita) eu gosto desse texto! xD

Em instantes vou postar o texto do meu acontecimento nesta chuva do rio! ^^
Beijinhos Galera!
Fui-me! _o/

Enquanto fores bom, a injúria prova que tens valor, que o tempo te venera...

"Se te censuram, não é teu defeito,
Porque a injúria os mais belos pretende;
Da graça o ornamento é vão, suspeito,
Corvo a sujar o céu que mais esplende.

Enquanto fores bom, a injúria prova
Que tens valor, que o tempo te venera,
Pois o Verme na flor gozo renova,
E em ti irrompe a mais pura primavera.

Da infância os maus tempos pular soubeste,
Vencendo o assalto ou do assalto distante;
Mas não penses achar vantagem neste

Fado, que a inveja alarga, é incessante.
Se a ti nada demanda de suspeita,
És reino a que o coração se sujeita."
(Soneto LXX - Shakespeare)



Como havia dito, estou trazendo mais um texto.
Faz tempo que eu não posto um soneto, e eu amo os textos de Willian Shakespeare.
Espero que gostem deste texto tanto quanto eu!

No momento so gente.. Devo postar mais um ou dois textos, e depois o meu, que eu escrevi sobre uma situação vivida neste temporal que caiu no Rio de Janeiro.. =D

Beijocas Galerê!
Fui-me! _o/

Mas, afinal, só as criaturas que nunca escreveram cartas de amor é que são ridículas...

"Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.) "
(Fernando Pessoa)


Post de agora foi indicação do meu amigo Eduardo, então Tx esse post é "seu"!

É um texto que eu já conhecia, e que gosto.. Mas ainda não tinha passado pela minha cabeça publicá-lo aqui..

Espero que tenham gostado do texto, e como eu tenho dito ultimamente, continue mandando sugestões e críticas, e comentando também..

Obrigada à todos que acompanham o blog, se quiser enviar textos, mande pro e-mail oincrivelmundodabia@gmail.com que eu responderei e lerei todos com total carinho!

No momento é só, mas eu trago pelo menos mais dois textos hoje, e talves até um meu!
Beijinhos galera!
Fui-me! _o/

Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos haverá no mundo a guerra...

“Todos os cidadãos são iguais perante a lei” é o fundamento essencial da constituição brasileira. Portanto, diferenciar o tratamento das pessoas, por sua classe social ou cor, fere o fundamento da democracia.

A lei de cotas é um apoio ao racismo, e não uma tentativa de amenizar o preconceito e a discriminação, e causa segregação baseada na renda e na “raça”, aumentando ainda mais o abismo social.

É fato que o Brasil possui a segunda maior população negra do mundo. Contudo, a falsa impressão de justiça, que a lei produz, não irá sanar toda a deficiência social presente no país.

O brasileiro necessita de um governo que aja por ele, que invista em drásticas melhorias na educação e saúde. Não um estado que crie distinções entre uma raça branca, que pode bancar uma educação de qualidade, e uma raça negra que fica à margem devido à incompetência estatal em melhorar as instituições públicas de ensino.

Logo, com essa infantil tentativa, as Cotas, de aumentar as chances dos desiguais, torna-se ainda mais utópico o sonho de Martin Luther King. Numa nação, as pessoas não podem ser julgadas pela tonalidade de pele ou classe social, mas sim pela sua competência, seu caráter, e quando isso for alcançado, se conquistará uma sociedade incontestavelmente mais justa, pois como disse uma vez Bob Marley, “enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos haverá no mundo a guerra”."

(Beatriz Santos Gonçalves - Incontestável Utopia)


Como eu havia prometido, eis aqui um dos meus textos..
Esta uma redação que eu fiz ano passado no pré, e eu gostei muito dela.. Era sobre um tema polêmico, a lei de cotas.. E foi até divertido debater sobre isso...

Eu espero que vocês gostem, amanhã eu trago mais textos.. Já que eu estou com tantos atrasados!

Beijocas pessoal!
Fui-me! _o/
terça-feira, 6 de abril de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Maldito ingrato, que faz juras de amor cafonas....

"Coração Boêmio
Que por demais se apaixona
Maldito ingrato
Que faz juras de amor cafonas

Coração Boêmio
Que não me permite amar
Por que não mudas?
Porque não queres mudar?

Coração Boêmio
Coração que não presta?
Só pra você
Porque quanto mim, faço a festa!

Coração de cafajeste?
Não, nem de perto!
Esse meu coração boêmio
É, na verdade, um coração gênio!"
(Coração Boêmio - Antônio Neto)


É gente eu sumi, mas foi porque o outro blog pra variar deu problemas.. E eu ainda viajei..
Mas tudo bem... aqui vamos nós de novo! \o/

O texto que escolhi agora foi escrito pelo meu maninho... eu gostei muito, e por isso estou dedicando este post à ele!

Estou com muitos textos meus, e agora com o blog re-aberto, devo publicá-los pela semana à fora! =D

No momento é só pessoal, continue mandando as sugestões e críticas, além dos comentários.. Esse template é provisório... só estou trabalhando num novo.. enquanto isso eu fico com ele.. ;D

Mais tarde tem texto meu!
Beijocas à todos os que ficam por aqui!
Fui-me! _o/