segunda-feira, 24 de maio de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Atire você, quando tudo for pedra, a primeira e decisiva flor...

"Quando tudo parecer caminhar errado,
seja você a tentar o primeiro passo certo;

Se tudo parecer escuro,
se nada puder ser visto,
acenda você a primeira luz,
traga para a treva, você primeiro,
a pequena lâmpada;

Quando todos estiverem chorando,
tente você o primeiro sorriso;
talvez não na forma de lábios sorridentes,
mas na de um coração que compreenda,
de braços que confortem;

Se a vida inteira for um imenso não,
não pare você na busca do primeiro sim,
ao qual tudo de positivo deverá seguir-se;

Quando ninguém souber coisa alguma,
e você souber um pouquinho,
seja o primeiro a ensinar,
começando por aprender você mesmo,
corrigindo-se a si mesmo;


Quando alguém estiver angustiado
à procura, consulte bem o que se passa,
talvez seja em busca de você mesmo
que este seu irmão esteja;

Daí, portanto,
o seu deve ser o primeiro a aparecer,
o primeiro a mostrar-se,
primeiro que pode ser o único e,
mais sério ainda, talvez o último;

Quando a terra estiver seca,
que sua mão seja a primeira a regá-la;

Quando a flor se sufocar na urze e no espinho,
que sua mão seja a primeira a separar o joio,
a arrancar a praga, a afagar a pétala,
a acariciar a flor;

Se a porta estiver fechada,
de você venha a primeira chave;

Se o vento sopra frio, que o calor de sua lareira seja a primeira proteção e primeiro abrigo.

Se o pão for apenas massa e não estiver cozido, seja você o primeiro forno para transformá-lo em alimento.

Não atire a primeira pedra em quem erra.
De acusadores o mundo está cheio; nem, por outro lado, aplauda o erro; dentro em pouco, a ovação será ensurdecedora;

Ofereça sua mão primeiro para levantar
quem caiu; sua atenção primeiro para
aquele que foi esquecido;seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém;

Quando tudo for espinho,
atire a primeira flor;
seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta,
compreendendo que o perdão regenera,
que a compreensão edifica,
que o auxílio possibilita,
que o entendimento reconstrói.

Atire você,
quando tudo for pedra,
a primeira e decisiva flor.."
(Quando tudo for pedra - Rosemeray Sadalla)


Gente desculpe o meu sumiço...
Tava cheia de problemas pessoais, e ainda tive uma semana cheia pois viajei no fim de semana..

Espero que tenham gostado desse texto, eu ia publicar ontem, mas cheguei de noite exausta da viagem.. =/
Voltei com esse texto na cabeça, e foi um texto que meu pai tinha me enviado há um tempinho já...

Olhe, não sei publico algo mais hoje, mas estou com mais 3 textos para publicar..
Se eu não publicar, eu publico amanhã que terei um dia mais tranquilo, SEM FALTA!

Beijocas pessoal, e me desculpe mais uma vez o meu sumiço.. =/
Fui-me!_o/

1 comentários:

Narrador disse...

E da escuridão surgirá a primeira luz
E do desespero surgirá a esperança
e de tudo que há de ruim, ainda surgirá algo bom
Basta que tenhamos a fé de uma criança

Basta ser obstinado para tal, acreditar
lutar com fervor, não desistir, ir até o final
Basta fazer, se o fizer de coração
Basta não temer qualquer mal

Então, vamos, companheiro!
Levante, não tenha medo!
Se caiu, levante
Nunca é tarde, sempre é cedo

Então, não desista, e sim, insista
Acredite, sobretudo, no ideal
Não se cale perante a maldade
Lute sempre, contra todo e qualquer mal!

Então, respire fundo, encha o peito
Siga sempre; recomece sempre que necessário
Mas não pare. Apenas continue
Não deixe o bom ser apenas imaginário

Ofereça um copo d'água, uma bolacha, um abraço
Extenda uma flor a quem precisa
Faça tudo que esteja ao seu alcance
Auxilie a quem necessita

...porque assim como gentileza gera gentileza
amor gera amor, e assim o bem não se calará
e por mais que o mal grite bem alto
Se você não desistir, o bem triunfará.

Tudo depende, também, de você.

Postar um comentário