quinta-feira, 27 de maio de 2010 | By: Beatriz Santos Gonçalves

Você pode fazer melhor que isso. Porque você não pergunta "quem sou eu?"?

"-COVARDE! - diz furiosamente o espelho.
-Você sim pode me chamar de covarde atras desse espelho né? - ironiza
-Posso não saber tudo que faz, mas sei tudo que você pensa... Alias, o covarde é você que se esconde atras dessa máscara de frio e sem sentimentos. Quando na verdade é nada mais que um cordeirinho indefeso e previsível.
-Eu posso te quebrar agora sabia? Não tem medo disso?
-Sempre vou apararecer novamente pra você, mesmo que não queira. Basta você dar um passo errado.
-Como se eu errasse muito.. hahahaha
-Vai continuar com essa postura de superioridade? Logo pra mim??? HAHAHAHA. Você devia se envergonhar disso, afinal, é você quem está conversando com o espelho.
-Conversar consigo mesmo é bom as vezes...
-Não me ofenda. Eu não sou você.
-Quem é você então?
-Você pode fazer melhor que isso. Porque você não pergunta "quem sou eu?"?
Foi quando Luis se calou naquele momento e viu que o espelho estava certo. Que ele era realmente um covarde, um verme não mais que previsível. Que se apagou como uma fotografia de polaroid se apaga com o tempo. Ou que talvez ele nunca tivesse se apagado, afinal, ele nunca existiu.
-Vejo que agora você tomou a sua posição meu caro. A posição de um homem que nunca existiu, não passa de uma máscara descartável.
Já com lágrimas nos olhos Luis com a voz embargada repondeu ao espelho: -Porque não pude ter essa conversa comigo antes?
-Já disse que vc não está conversando consigo, está conversando comigo. -repondeu veemente o espelho.
-Agora tanto faz com quem eu estou conversando. Afinal eu realmente nunca existi, e ja tenho 34 anos.
-Poderia ter buscado seus sonhos ainda quando criança. Toda criança sonha. Você ja sonhou um dia. Mas deixou que as pessoas optassem por sua vida de infeliz bem sucedido.
-Mas você acha que ainda há tempo de recuperar isso?
-Acho que não.
-Nossa, como você me da esperanças ein! - responde com certo sarcasmo.
-Se nunca te deu esperanças de seguir seus sonhos, por logo eu, um espelho, te daria?
-Porque você foi a única pessoa, coisa, ou seja la o que for que me fez abrir os olhos por mais tarde que fosse.
-Tava na hora né meu caro amigo? Agora que a sua máscara caiu para você mesmo, tente ser agora o que no fundo é você de verdade. Talvez seja um bom começo.
-Você ta falando de buscar os meus sonhos de infância? Mas eu ja estou muito velho pra isso.
-Se você está dizendo, quem sou eu pra dizer o contrário.
-MALDITO, ORDINÁRIO, INFELIZ! Porque me disse isso tudo? Só pra sentir o gostinho de me ver sofrer em pensamentos a todo momento da minha vida a partir de agora? De me fazer enxergar que eu não era ninguém antes dessa conversa? Pois obrigado, você conseguiu o que queria. Agora você será um espelho vencedor e quebrado!
Foi quando Luis tacou-se de cabeça no espelho que se quebrou como os mil pedaços espalhados de sua alma sem esperança.
Quando acordou, Luis sentiu-se diferente, ainda amargo, mas 15 anos mais jovem. Sem entender muito o que estava acontecendo naquele momento, ele viu que tudo aquilo não passava de um grande pesadelo, mas que lhe havia ensinado muita coisa.
Levantou-se de sua cama, arrumou sua mochila com algumas roupas e desceu para sua antiga sala de estar onde la estava o espelho de 15 anos a frente ao qual nunca mais gostaria de conversar com ele.
Deu um beijo em sua mãe que reparou no grande volume de sua mochila e disse:
-Para onde você vai menino?
E ele respondeu: -Não sei, mas já tenho 34 anos e não quero me tornar uma pessoa que não existe.
-Mas você só tem 19. Ainda tem que estudar muito para sair assim de casa.
Ele somente sorriu, e não mais voltou. "
(O Diálogo do Espelho - Thiago Sabb - http://paradoxosismico.blogspot.com/)


Ahhh hoje um amigo meu veio me dar a boa notícia de querer ser um escritor/roteirista, estou publicando um texto que eu simplesmente adorei, dele (e sim, visitem o blog dele, vale à pena! =D).. É um grande amigo meu, e eu torço pelo seu sucesso, e aproveito esse meu pequeno espaço pra divulgar o texto, e o Blog dele (http://paradoxosismico.blogspot.com/), então Thiago, continue lutando pelos seus objetivos! Torço à vera por ti! =D

Fiquei de trazer mais coisa ontem, mas o site onde eu escolho só voltou hoje ao ar, e não achei o bendito caderno (acho que eles criam 'asinhas' aqui em casa ¬¬), mas eu começo a publicar a minha selação já já! \o/

No momento é só Galera,
Espero muito que tenham gostado do texto! =D
Beijocas!
Fui-me!_o/

2 comentários:

Sabb, Thiago disse...

biiiia...
muito obrigado pela publicação do meu texto!
e vamo que vamo nessa dificil carreira de escritor.

E parabéns pelo seu blog, ele ta muito bonito e bem cuidado!

beijos

Alexandre P. Silva disse...

É verdade, Thiago: o Blog da Bia está simples, enxuto e bem ajeitadinho. Fácil navegabilidade.

Quanto ao texto eu vou dar uma nota 6,5.
Não sou crítico literário, mas quero lhe desejar boa sorte nessa caminhada das palavras.
Que as mídias e redes sociais possam lhe ajudar o máximo possível.

Grande abraço aos dois. :D

P.S.: Procure ser o mais original que puder.

Postar um comentário